24 abril 2010



PAPA ENCOBRIU PADRE QUE ABUSOU DE 200 MENORES
Documentos da igreja obtidos pelo jornal 'The New York Times' revelam que as maiores autoridades do Vaticano, inclusive Joseph Ratzinger, que anos mais tarde se tornaria o papa Bento XVI, encobriram um sacerdote norte-americano que teria abusado sexualmente de aproximadamente 200 menores surdos. A correspondência interna de bispos do estado americano de Wisconsin diretamente ao então cardeal Ratzinger, mostra que, enquanto os responsáveis eclesiásticos discutiram a expulsão do padre, a prioridade maior foi proteger a Igreja do escândalo. Os documentos procedem da causa judicial aberta contra o reverendo Lawrence C. Murphy, que trabalhou durante mais de 20 anos, entre 1950 e 1974, em uma escola para crianças surdas da unidade federativa. O Vaticano explicou nesta quinta que o reverendo Murphy não foi castigado por que o caso só foi descoberto depois de 20 anos, quando ele já estava muito doente. O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, reconhece o 'terrível sofrimento das vítimas' e assegura que Murphy 'violou a lei e, o que é mais importante, a confiança que suas vítimas tinham nele'. Por isso, acrescenta Lombardi, 'visto que o padre Murphy era idoso, sua saúde era precária, vivia em isolamento e não havia novas acusações nos últimos 20 anos, a Congregação para a Doutrina da Fé tomou em consideração a restrição e pediu que aceitasse a responsabilidade por seus graves atos'. Informações do Correio.

http://www.samuelcelestino.com.br/noticias/noticia/2010/03/25/60069,papa-encobriu-padre-que-abusou-de-200-menores.html

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
↑Top