24 março 2010







Hoje é dia de festa no "big Brother Brasil 10", mas a manhã desta quarta-feira foi de presente e ansiedade para os fãs do programa. Principalmente para quem está na torcida pelo lutador Marcelo Dourado.Depois de ganhar uma prova no reality show (na noite de segunda-feira), o rapaz fez uma visita à fábrica de chocolates Garoto e levou muitas pessoas para a porta da lojinha da empresa.O confinado chegou em Vila Velha de helicóptero, por volta das 10h40, e teve a oportunidade de conhecer diversos setores da empresa e comer vários bombons, inclusive o que mais gosta, o Crocante.Dourado aceitou, ainda, o desafio para testar seus dotes culinários. Ele preparou um ovo caseiro, com direito à roupa de chef chocolateiro com seu nome gravado (Dourado), presenteada pela Garoto.Ao chegar à lojinha, por volta das 13 horas, o brother foi surpreendido pelos fãs, que o aguardavam desde às 9h30. Crianças, adolescentes e adultos o receberam com gritos de euforia e de guerra (como o "Já ganhou"), cartazes, faixas e presentes. Muito simpático, ele sorriu e acenou para os admiradores, mas não pôde ouvir nada devido ao fone que usava (que foi colocado pela produção do "BBB10").A estudante Simone Lima, 22 anos, estava entre as mais ansiosas com a visita do brother. A garota, que se produziu especialmente para ver Marcelo Dourado, contou que passou a torcer pelo confinado depois que o viu chorando. "Naquela hora ele se abriu e mostrou que é verdadeiro. Ele tem beleza interior e exterior. O corpo dele é lindo", disse a garota, que durante a passagem de Dourado jogou um coração de pelúcia para o brother.Outra fã que não deixou de comparecer ao local foi a estudante Amanda Muniz Antonácio, 14. Para conseguir ver o ídolo, a menina passou mais de três horas pendurada no portão da fábrica.Já a empresária Vânia Vieira, 24, deixou de trabalhar para passar a manhã esperando o BBB. "Tenho uma loja de roupas e a deixei fechada somente para vê-lo. Ele foi muito humilhado no início do programa por ser um ex-BBB e, por isso, merece ganhar".A enfermeira Kênia Ribeiro, 27, também deixou de trabalhar para passar a manhã na frente da lojinha da fábrica de chocolates. Ela estava acompanhada do marido, o assistente administrativo Gustavo Arnoni, 29, e o filho, Otávio, de um ano. "Este jogo não é apenas de sorte, mas de inteligência e Dourado é muito inteligente", afirma Kênia.Além da inteligência, a vendedora Thysania dos Santos Lima, 31, destaca o caráter do lutador. O que concorda a universitária Sirlaine Santos de Oliveira, 34. "O comportamento dele é o mesmo desde o início do programa. Sou estudante de Psicologia e percebo que ele é muito sincero", disse Sirlaine.E a torcida capixaba de Dourado não se resume às mulheres. Alguns homens também se dispuseram a esperar pelo rapaz como o motoboy Anderson Laerte Santos de Oliveira, 29. Ele disse que gosta da atuação do lutador e vê que ele é sincero e amigo. "Ele ajuda as pessoas e, se erra, pede desculpas. Isso mostra o quanto é humilde".O estudante Lucas Cabral, 19, também é fã de Dourado e não apenas no "BBB". "Vi um vídeo dele lutando na internet e, por isso, passei a praticar jiu-jitsu", contou o menino que preparou uma faixa para o brother com a amiga e estudante Nayane Zani, 20.Depois de visitar a lojinha, Dourado retornou para a casa do "BBB10", no Rio de Janeiro, e comentou com seus colegas de confinamento que a viagem à Garoto entrou para a lista de viagens inesquecíveis de sua vida.A visita será exibida na edição de amanhã, dia 25, do BBB 10, pela Rede Globo.A volta para casaAssim que retorna à casa do BBB, depois do passeio à fábrica de chocolates da Garoto, Dourado encontra Cadu e Lia na piscina. O carioca pede para que o lutador conte as novidades: "Foi muito legal! Fui de helicóptero." Em seguida, a dançarina também conta uma novidade ao gaúcho: "O Puxadinho acabou." E ele responde: "Todo mundo tá junto agora aqui? Que maneiro."Logo, Dourado se retira, dizendo que vai procurar uma comida e Cadu pergunta se o passeio valeu a pena. O brother responde: "Valeu, foi maneiro. Dá uma aliviada pra cabeça!".'Viagem inesquecível'"Não me lembrava que o mundo lá fora existia. Estava absorto aqui. O mundo não acabou. A gente foi pela Região dos Lagos, o tempo todo. A viagem foi irada. Oportunidade de ver o estado do Rio de Janeiro de cima. Viagem inesquecível. Mais uma para o rol das viagens inesquecíveis", descreve o lutador."Já tinha andado de helicóptero?", quer saber Lia. "Nunca. Achei melhor que voar de avião, dá mais sensação de vôo e menos enjôo", explica Dourado. "A fábrica é muito legal", comenta, dizendo que ganhou vários presentes.
Fonte: GAZETAONLINE

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
↑Top